sábado, maio 22, 2010

As Testemunhas de Jeová refutadas versículo por versículo

Um dos mais excelentes livros para uso no estudo e evangelização de Testemunhas de Jeová é o livro "As Testemunhas de Jeová refutadas versículo por versículo. Ainda estou para achar um livro tão útil quanto esse.
Abaixo você pode ler o livro em sua versão on line ou pode baixá-lo para seu computador.
O mais legal é que essa edição é: legal, pois David A Reed liberou os direitos para publicação na internet.
Leia. Releia. Estude. E coloque em prática.

2 comentários:

Beto disse...

Olá,quando leio coisas assim a respeito disso ou daquilo, de qque aquela religião é ruim ou boa, ou que aquele partido político é bom e aquele é ruim, e assim por diante, fico me perguntando que tanta certeza essas pessoas tem em suas afirmações? È muito fácil sentar na frente de um computador e escrever absurdos a respeito de pessoas ou de grupos ou mesmos instituições. Por assim dizer dizer estou julgando. Julgar é muito fácil, desejar entender e querer saber é outra história. Sempre que leio textos que falam mal sobre qualquer organização seja religiosa, política, ong enfim, sempre são feitos por pessoas que já perteceram na maioria dos casos em tais organizações, e, que não são mais por estarem insatisfeitas, descontentes com alguma coisa que as afetaram. Não é assim até mesmo num casamento? Quando um casal se separa os dois saem insatisfeitos e falam mal um do outro a vida inteira; mas isso não é uma regra, há aqueles casais que se tornam mais amigos do que antes, assim também se dá com alguns ex-membros dessa ou daquela organização. Simplesmente, não há nada de construtivo em textos que tentam denegrir a imagem de uma organização ou de outra, seja qual for seu segmento. Na verdade isso não passa de incompetência pessoal, organizacional, e despeito. Por que então, se querem atrair pessoas, por que então não se tornam pessoas positivas, que tem algo de bom a oferecer a essas pessoas ao invés de só criticar. Vamos ajudar, mas sem atacar. Na verdade isso não passa de terrorismo. Falam tanto que Testemunhas de Jeová é o bicho, mas, se comparar-mos, o que deixa as outras organizações religiosas a desejar? Não quero falar nada a respeito disso, mas, antes de falar olhe pra si mesmo, e veja se você realmente está acima dos outros, por que quando chegar o dia do acerto de contas, pergunte-se, que fiz de bom pra ajudar outras pessoas, ou só fiquei sentando atrás dum monitor de computador falando mal de outros, independente de quem seja? Seja produtivo, positivo e edificante. Eu não pertenço a seita nenhuma, sou alguém que acha rídiculo essa briga se Deus é apenas um só. Eu, particularmente achei muito intimidador os comentários desses blogeiros. Por exemplo, eu que estou atrás de um segmento religioso, me ofereçam algo de concreto, que me dêem um objetivo na vida, motivos para acreditar que vocês conhecem a verdade e saberão me explicar assim como Jesus e seus seguidores fizeram após ele. Onde está esse cristianismo que vocês tanto falam, ou que as Testemunhas de Jeová falam, católicos e etc? Por que se é pra sentar numa igreja e só ouvir deizer que aquela religião faz isso de ruim ou que a outra faz pior, desculpe, estou fora. Havia um tempo que a igreja católica só falava da reforma agrária e nada mais. Se tiverem algo de concreto, estou a disposição para ouvir, pois de fofoca e diz que diz que estamos fartos.

Maurilo e Vivian disse...

Olá Beto.
Obrigado pelo seu comentário. É sempre interessante ter a expectativa de alguém de fora do debate. Mas existe algo de inconsistente em seu comentário. Você julga que é errado julgar outras organizações religiosas, mas o que você está fazendo é em si mesmo um julgamento. Você está julgando aqueles que julgam, portanto, está julgando a si mesmo.
Seja como for, quando percebemos que uma religião está ensinando algo falso, temos a obrigação de proclamar esse erro. O que está em jogo não é uma questão de gosto, mas sim a eternidade das pessoas. Só seria possível concordar com você se religião não fizesse a menor diferença. Mas faz. E eterna.
Toda e qualquer declaração nossa sobre os falsos ensinos da Torre de Vigia e outras seitas é fundamentado em documentação da própria organização. Mostramos os erros internos. E isso nào é falar mal. É falar a verdade.
Mas a questão da verdade é importante. Como saber que nós estamos certos e eles errados? Esse é o principal objetivo deste blog.
Explore-o e você verá evidências para a verdadeira fé cristã. Não estou falando apenas de sentar em um banco de igreja (como você caracterizou). Estamos falando sobre evidências. As informações estão aqui. Você precisa garimpar.

Nas escrituras, tirar os sapatos tem um significado muito especial. Quando Moisés teve seu primeiro confronto com Deus, Ele disse para que ele tirasse seus sapatos porque ele estava em terra santa. Jesus caminhou descalço para o Calvário. Na cultura daquele tempo, estar descalço era o sinal que você era um escravo. Um escravo não tinha direitos. Jesus nos deu o exemplo supremo de renunciar tudo por um grande objetivo.
Loren Cunningham Making Jesus Lord / Marc 8:34,35

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...