sexta-feira, junho 26, 2009

Resposta a uma Testemunha de Jeová


É sempre uma alegria ver que um post tem uma certa repercussão e jamais imaginamos que um sobre Michael Jackson fosse chamar tanta atenção. E que traria respostas tão inflamadas por parte das Testemunhas de Jeová. Normalmente nas ruas não encontramos essa coragem quando as confrontamos.
Vários comentários foram feitos e amanhã vou publicar uma reposta geral a todos eles, já que a grande maioria é a mesma coisa, mas o nível dos comentários (e da educação, por assim dizer) variou bastante.
O que vou publicar agora serve como uma pré-resposta, pois foi uma resposta a um email que recebemos hoje de uma pessoa com alguma importância hierarquica dentro da organização. Não vou divulgar seu nome nem seu cargo por não ter autorização de sua parte para fazê-lo, mas caso ele venha a permitir, terei prazer em colocá-lo aqui.
Seja como for, essa é uma resposta a um email específico. Não é uma resposta aos comentários aqui postados. Essa resposta será publicada amanhã para deleite de todos.
Abaixo segue o email enviado pelo nosso amigo Testemunha de Jeová e a resposta.

----- Original Message -----
From: --------------------------------
Sent: Friday, June 26, 2009 2:33 PM
Subject: SEPARAR A VERDADE DA MENTIRA !!!!!!!

E a sociedade Torre de Vigia, o braço formal das Testemunhas de Jeová, perde o seu mais ilustre membro. 1(FALSO: MICHAEL NUNCA FOI TESTEMUNHA DE JEOVÁ BATIZADO)
Na verdade, ele já não era uma testemunha a muito tempo, pois foi convidado a se retirar da organização depois de Thriller. Ele já estava tendo problemas com a organização pois possuíam problemas óbvios relativos ao trabalho de proselitismo. Suas roupas e linguagem estavam desagradando ao Corpo Governante, e traziam mais mau do que bem para a imagem da instituição. Após Thriller e suas óbvias referências ao ocultismo, ele redigiu uma carta solicitando sua desassociação das Testemunhas de Jeová. Ao invés de ser expulso, ele se desligou. Segundo informações da época, foi um acordo para evitar a sua expulsão. 2(FALSO: COMO NÃO ERA TESTEMUNHA DE JEOVÁ BATIZADA NÃO SERIA DESSASOCIADO)
Para uma Testemunha de Jeová (falo com conhecimento de causa, fui uma Testemunha de Jeová militante até me converter ao cristianismo? AS 3TESTEMUNHAS DE JEOVÁ NÃO SÃO CRISTÃS???), sair por conta própria é menos desonroso do que ser expulso, mas o efeito é o mesmo. A partir do momento que ele é desassociado, nenhuma Testemunha de Jeová poderá falar novamente com ele. Mesmo sua mãe, suas irmãs, que são praticantes poderiam falar com ele, a não ser em caso de extrema necessidade. 4(FALSO: A FAMILIA PODERÁ FALAR COM A PESSOA DESDE QUE ESTEJA A VIVER EM CASA EM CONJUNTO)
E acredito que isso de alguma forma o afetou, pois em um artigo sobre religião, Michael escreveu: “Domingo era meu dia de 'pioneiro', o termo usado para o trabalho missionário que as Testemunhas de Jeová fazem. 5(FALSO: SERVIR COMO PIONEIRO SIGNIFICA DIVULGAR AS BOAS NOVAS DE CASA EM CASA REGULARMENTE TODOS OS DIAS)
Nós passávamos o dia nos subúrbios da Carolina do Sul, indo de porta em porta ou dando voltas no shopping, distribuindo nossas revistas Sentinela. Eu continuei meu trabalho por anos e anos após o início da minha carreira”.
Nos anos 80, Michael tinha de se disfarçar para poder fazer seu prazeroso trabalho de pioneiro. Mas após Thriller, tudo acabou.

Nos últimos anos, corria entre as Testemunhas de Jeová a informação que ele estava visitando alguns Salões do Reino perto de sua casa. Mas, ninguém deveria lhe dirigir a palavra! 6(FALSO: COMO NÃO ERA BATIZADO PODIA FALAR COM TODOS.)
Por ter passado um tempo no Bahrein a convite do xeique Abdullah, Michael pagou pela construção de uma mesquita, o que levou muitos a postular sua conversão ao islamismo. Mas aparentemente, foi por uma questão de gratidão, não de conversão.
Não sabemos muito sobre as circunstancias da morte de Michael Jackson, esperamos sinceramente que ele tenha se arrependido e colocado sua fé em Jesus Cristo; que tenha abandonado suas crenças como Testemunha de Jeová, e tenha se voltado para o único e verdadeiro Deus. 7(ATENÇÃO: O UNICO E VERDADEIRO DEUS É JEOVÁ E NÃO JESUS CRISTO, A BIBLIA É BEM CLARA EM EXPLICAR ISSO)
As Testemunhas acreditam que não existe o inferno, que somos aniquilados assim que morremos. 8(FALSO: QUANDO MORREMOS FICAMOS NA MEMÓRIA DE JEOVÁ PARA O DIA DA RESSUREIÇÃO) Crêem que Jesus Cristo não é Deus, mas um deus inferior, criado por Jeová. Pregam que ele e o arcanjo Miguel são a mesma pessoa. Que Cristo não é nosso mediador, 9(FALSO: JESUS CRISTO É O NOSSO MEDIADOR OS 144 MIL SÃO APENAS SARCEDOTES QUE REINARÃO COM JESUS) mas somente dos 144 mil. Não morreu na cruz, mas em uma estaca.
Se Michael Jackson ainda manteve algumas dessas crenças, agora ele sabe o quanto elas são falsas. (FALSO: A PESSOA QUANDO MORRE VOLTA AO PÓ)
Esperamos que esse não seja o caso. Mas independente disso, devemos continuar pregando o evangelho a todas as pessoas, inclusive as Testemunhas de Jeová. 10(FALSO: AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ SÃO RECONHECIDAS MUNDIALMENTE COMO AS ÚNICAS QUE DIVULGAM O REINO DE DEUS, EVAGÉLICOS E MORMONS SÃO APENAS 1%) Elas estão presas a uma seita terrível, que controla cada aspecto da sua vida e da sua forma de pensar. 11(FALSO: AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ SÃO UM POVO QUE TEM LIBERDADE PRÓPRIA E APEGAM-SE AS NORMAS MORAIS DA BIBLIA) Precisam ser libertas desse engano.
Sou grato a Deus por ele ter me libertado desse engano.
O DEUS DESTE SISTEMA É SATANÁS O DIABO, TENHAMOS CUIDADO QUANDO ESTAMOS CONVENSIDOS QUE ESTAMOS ADORAR O VERDADEIRO DEUS E ADORAMOS O DEUS QUE CONTROLA AS RELIGIÕES FALSAS QUE NÃO SE APEGAM À BIBLIA
Assim ao colocar artigos como este, por favor seja mais correcto nas noticias. Se desejar referências biblias, e comprovativos das afirmações apresentadas basta solicitar.
Cumprimentos,
Lxxx (Xxxxxxxxxxxxxxx Pxxxxxxxx das Testemunhas de Jeová)

Resposta:
Olá Lxxx. Ficamos felizes em receber seu email. Não é sempre que recebemos o email de um Sxxxxxxxxxxxxxx Xxxxxxxxxx das Testemunhas de Jeová. Mas levando em consideração sua posição na organização esperava um pouco mais do email.
Acho sempre uma ótima oportunidade essa de separar a verdade da mentira. Infelizmente, não acredito que você chegou perto de alcançar isso em seu email. Você apresentou sua opnião e gostaria muito que tivesse mandado versículos bíblicos, apesar de já saber de cor quais são. Pelo menos teria tentando dar algum tipo de fundamentação aos seus argumentos.
Gostaria no entanto de mostrar onde você está errado em seus comentários. Por uma questão de praticidade, enumerei seus comentários em ordem crescente e apresento a refutação na mesma ordem, assim economizamos espaço e repetição. Então vamos lá:

1 - Pode ser que Michael Jackson não tenha sido batizado, talvez tenha. Vou me lembrar da próxima vez que estiver em Gary de visitar o Salão do Reino da qual ele participava para perguntar sobre seu batismo, apesar de já saber qual vai ser a resposta. Mas de qualquer forma, isso é irrelevante ao assunto, por vários motivos. Primeiro, ele alegava ser uma Testemunha de Jeová. Não temos motivo algum para duvidar sobre suas alegações nesse sentido. Segundo, em várias reportagem ele era apresentado assim. Em uma grande reportagem sobre ele na revista Time de 1984, um reporter acompanha Michael em seu trabalho de distribuição de literatura. Terceiro, em momento algum a Torre de Vigia fez qualquer declaração dizendo que ele era um mentiroso, que não participava da organização. Quarto, em uma entrevista a revista Despertai de 22 de Maio de 1984, Michael fala sobre seu trabalho, especialmente de Thriller, dizendo que jamais faria esse video novamente. Em momento algum da entrevista somos informados que ele não é uma Testemunha de Jeová. E por ultimo, sua desassociação do grupo, que só poderia acontecer se ele fizesse parte da organização. Esse fato é largamente documentado.
Pelo que se apresenta, é bem provável que ele tenha sido batizado. Mas mais importante que isso, é a constatação de que ele era uma Testemunha de Jeová bastante ativa e por um tempo bem aceita em sua comunidade.

2 - Esse tópico já foi aboradado acima. A desassociação de Michael é uma fato bem documentado e aceito pela própria organização.

3 - Não, não são. Acreditam em um outro Jesus, diferente daquele apresentado pelas Escrituras. A organização é uma seita, pois se afasta dos ensinos da Bíblia, utilizando-se para isso de uma versão deturpada e contaminada das Escrituras (Novo Mundo) além de se utilizar de péssimos métodos de hêrmeneutica.

4 - Mas a comunicação deve se manter a mínima possível. A revista Sentinela de 15/12/1981, página 21, responde da seguinte forma à pergunta "Deve-se falar com o desassociado ou dissociado"? "Um simples 'oi' dito a alguém pode ser o primeiro passo para uma conversa ou mesmo uma amizade. Queremos dar este primeiro passo com alguém desassociado'? É claro que essa é uma pergunta retórica. Além do mais, depois de um tempo, Michael saiu de casa, indo morar sozinho, o que o colocaria na condição para ser isolado.

5 - Eu somente citei algo que o próprio Michael escreveu. Você pode ver que a citação está entre aspas. Não estou qualificando o trabalho de pioneiro, somente citando o que o próprio Michael escreveu. Mas pelo o que eu me lembro, cada tipo de pioneiro possui uma carga horária mínima, por exemplo auxiliar 60 horas mensais, regular 90 e especial mais de 120 horas mensais. A única coisa que podemos inferir do texto é que Michael fazia todo o seu trabalho aos domingos, ou pelo menos o considerava assim.

6 - Ambas coisas já foram tratadas acima.

7 - É verdade, Jeová é o único Deus. E Jesus Cristo é Jeová! Nunca negamos que Jesus não é Jeová. Veja por favor os seguintes textos das Escrituras:
Isaias 44:8. Deus diz que não há outra rocha. 1 Corintios 10:4. Jesus é a rocha.
Isaias 44:6. Jeová é o primeiro e o último. Revelação 1:17. Jesus é o primeiro e o último.
Levítico 19:2. Jeová é Santo. Atos 4:27. Jesus é Santo.
Deuteronomio 6:4. Jeová é Deus. Tito 2:13. Jesus é Deus (leia o texto como ele foi escrito, sem a palavra 'do' que foi inserida.
Posso te apresentar textos após textos, além de outros não comparativos, onde Jesus faz afirmações que só Deus poderia fazer. O Pai é Deus. Jesus é Deus. O Espírio Santo é Deus. Um único Deus, três pessoas.

8 - Não, não ficamos na memória de Jeová quando morremos. Nossa alma sobrevive à morte. Veja Felipenses 1:23. Paulo não fala sobre a esperança pela inconsciencia, mas sim de estar com Cristo. Veja também 2 Corintios 5:1-2, 6, 8. Mesma coisa. Mateus 22:31-32. Deus é Deus de Abraão, Isaque e Jacó. E diz que não é Deus de mortos, mas de vivos. Se Abraão, Isaque e Jacó não mais existem, então ele é também Deus de mortos. Deus estaria entrando em contradição. João 17:24, Jesus pede ao Pai para que seus discipulos estejam com ele, onde ele estiver. Essa promessa não faz sentido se a alma não sobrevive ao corpo. Nenhum discípulo estaria com Jesus. Mateus 10:28. Se o corpo e a alma são a mesma coisa, como poderia essa passagem fazer sentido? Jesus está falando sobre os que matam o corpo e não podem matar a alma, para não se preocupar com esses.
Sei que você vai citar Eclesiastes para tentar sustentar sua possição. Mas não se esqueça que Eclesiastes já se qualifica em relação ao que aborda "em relação a tudo o que se tem feito debaixo do sol" Eclesiates 1:13. Não é um livro sobre o sobrenatural, mas sim sobre o mundo natural. E nessa realidade, dessa perspectiva, os mortos realmente estão inconscientes.

9 - Você está mal representando a crença da sua própria organização. Ou então vocês mudaram totalmente suas crenças, o que não é difícil de ter acontecido, já que isso sempre foi comum nas doutrinas das Testemunhas. De qualquer forma, existem duas classes de Testemunhas. Uma que vai para o céu, mediada por Cristo, os 144 mil e outra que não é de Cristo, não é mediada por ele e que vai viver eternamente na Terra. Acho que isso não mudou. A própria revista Sentinela diz que Cristo é o mediador somente dos 144 mil. Na edição de 15/09/79, na seção "Perguntas dos leitores", respondendo à pergunta "Será que Jesus é mediador só dos cristãos ungidos (144 mil)"? o artigo afirma "De modo que em estrito sentido bíblico, Jesus é o mediador apenas dos cristãos ungidos". Por acaso essa revista Sentinela está errada? Dando uma olhada no livro Poderá Viver para sempre no Paraíso na Terra, que eu ainda guardo em minha biblioteca, na página 172 existe a seguinte afirmação "Os que pertencem a Cristo são os 144 mil discipulos fiéis escolhidos para dominarem com ele no Reino". Pelas afirmações da própria Torre de Vigia, tenho todo o direito de afirmar que Cristo não é o mediador da grande multidão. Em nada fiz uma mal representação das suas crenças.

10 - Eu não entendi absolutamente nada dessa afirmação. Evangélicos e mórmons são 1% do que? Da população mundial? Dos que fazem trabalho de proselitismo? Seja o que for, não tenho como fazer qualquer afirmação até entender melhor sua colocação. Por favor, queira me explicar melhor sua colocação.

11 - Não, as Testemunhas de Jeová não tem liberdade própria para raciocinar sobre suas crenças. Elas são informadas pelo Corpo Governante, que é quem decide o que é ou não doutrina. Só pode interpretar as Escrituras através da organização, como está na Sentinela 01/06/68, pg 327. E uma outra edição, de 15/07/83, na página 22 tem como subtítulo de um texto a seguinte frase "Evite idéias independentes". A própria Sentinela contradiz suas afirmações.

Como visto acima, fui bastante correto nas minhas notícias, fundamentando cada ponto para o qual você apresentou objeções.
Mas o que mais me preocupa meu amigo é que se você estiver certo e eu errado, o máximo que vai acontecer comigo é ser aniquilado, a inexistência após a morte. Nada tão ruim no final das contas. Agora, se eu estiver certo e você errado, você será julgado por Deus por seus pecados e não terá a obra salvífica de Cristo para te remir, pois você acredita em um outro Jesus (2 Cor 11:4), não aquele revelado pelas Escrituras. E para todos aqueles que morrerm em seus pecados, está destinado o lago de fogo (Rev 20:15). Se você estiver certo, nada a temer. Se eu estiver certo, grande perigo para você.
Meu amigo, olhe para sua consciencia. Perceba que você pecou contra um Deus infinito (Rom 3:23), que é bom mas também justo (Exo 9:27), que não toma o culpado por inocente (Exo 34:7). Ele julgará toda a Terra (Salm 96:13) e não importa quantas boas obras (Isaias 64:6) fazemos nessa vida, jamais vamos poder pagar por nossos pecados (Efesios 2:8,9). Mas Deus eu seu imenso amor providenciou para nós salvação, se fazendo carne na pessoa de Jesus Cristo (Joao 1:1). Viveu uma vida perfeita (Heb 4:15), morreu na cruz em nosso lugar (Rom 5:8) e ressucitou corporeamente ao terceiro dia (1 Cor 15:4). A ira de Deus, que deveria cair sobre nós caiu sobre ele (Isaias 53:5). E para todos aqueles que se arrependerem (Atos 17:30) e colocarem sua fé em Jesus Cristo como seu único e verdadeiro salvador (Gal 2:16), não em suas obras, não em uma organização, mas em Cristo, a todos esse Deus oferece salvação e os torna filhos de Deus (Fil 2:15) e promete vida eterna (1 Joao 5:13). A todos, sem distinção, porque Deus não faz acepção de pessoas (Deut 10:17).
Esse é o evangelho. Essa é a verdade como se apresenta nas Escrituras. E essa mensgem é diferente da pregada pelas Testemunhas de Jeová.
Pense sobre tudo isso. Deus pode te libertar das garras dessa seita.

Cordialmente,
Maurilo e Vivian
Ministério Pés Descalços.

19 comentários:

techjunior disse...

Impressionante como nessa postagem não teve comentários, como na postagem anterior. Deus abençoe você.

Maurilo & Vivian disse...

É verdade Techjunior.
Nos textos onde as Testemunhas de Jeová são desafiadas, nenhum comentário. Elas gostam de acusar, mas correm na hora de argumentar.
Gostei do seu blog. Já ouviu falar do Answer in Genesis? Eles tem um material muito bom sobre criação.

techjunior disse...

Ola Maurilo.
Obrigado pela dica, não conhecia esse site, vou ter a oportunidade de exercitar o meu inglês. rsrsrs

Polaco disse...

Este blog é uma falcatroa.

1.º Nenhuma testemunha de Jeová segue uma seita. A única coisa que nos difere de outras religiões é o fato de seguirmos explicitamente o que a Bíblia nos diz, não nos afastando, portando, da mesma.
2.º JEOVÀ NAO É JESUS!
E nunca a resposta de Uma Testemunha de Jeová seria esta. Jeová é Deus, e Jesus é o Nome do FILHO De Deus.
"Este é meu FILHO, o amado, a quem Tenho aprovado!".
(Por favor, aprenda a interpretar uma leitura antes de se posicionar em resposta a um assunto)

Tenha um mínimo conhecimento antes de expressá-lo.
Não vou nem terminar de ler sua postagem óbviamente manipulada pois meu tempo é mais precioso do que o seu, provavelmente.

E sinceramente, caros tolos, se não há comentários neste blog de infima categoria, justamente é por tamanha irrelevância de seus artigos idiotas.

Sei que irás moderar este comentário, porém me agrada que tu saibas tamanho é meu desprezo por sua publicação.
Vai fazer historinha pra assustar criancinhas, tolo!

Polaco disse...

1.º Nenhuma testemunha de Jeová segue uma seita. A única coisa que nos difere de outras religiões é o fato de seguirmos explicitamente o que a Bíblia nos diz, não nos afastando, portando, da mesma.
2.º JEOVÀ NAO É JESUS!
E nunca a resposta de Uma Testemunha de Jeová seria esta. Jeová é Deus, e Jesus é o Nome do FILHO De Deus.
"Este é meu FILHO, o amado, a quem Tenho aprovado!".
(Por favor, aprenda a interpretar uma leitura antes de se posicionar em resposta a um assunto)

Tenha um mínimo conhecimento antes de expressá-lo.
Não vou nem terminar de ler sua postagem óbviamente manipulada pois meu tempo é mais precioso do que o seu, provavelmente.

E sinceramente, caros tolos, se não há comentários neste blog de infima categoria, justamente é por tamanha irrelevância de seus artigos idiotas.

Sei que irás moderar este comentário, porém me agrada que tu saibas tamanho é meu desprezo por sua publicação.
Vai fazer historinha pra assustar criancinhas, tolo!

Maurilo e Vivian disse...

Caro Polaco.
Obviamente você simplesmente segue aquilo que a Bíblia diz. Você com toda certeza se tornou Testemunha de Jeová sozinho, lendo somente as Escrituras. Nunca fez um estudo biblicos com livros como "Poderá viver para sempre no Paraíso na Terra" e outros títulos, dependendo de quando se tornou TJ.
Você nunca usa Raciocínios, Estudo Perspicaz e outros títulos.
Você nunca faz várias leituras do mesmo artigo da Sentinela para estudá-la para a reunião. Nenhum dessas ferramentas tiveram qualquer participação na sua transformação em TJ. Se tudo isso fosse verdade, você seria o único.
Ninguém nunca se tornou Testemunha de Jeová pela simples leitura da Bíblia. E é fácil entender o por que. Os ensinos da Torre de Vigia são contrários aos das Escrituras e só podem ser aprendidos através da leitura dos textos da organização. Não fui eu quem disse isso, foi seu fundador que disse isso: “Não se pode descobrir o plano divino estudando a Bíblia” (The Wathctower, 01/09/1910). Ou seja, é uma seita. A Bíblia não é a palavra final, mas sim o Corpo Governante.
Existem outros artigos no blog que tratam da deidade de Cristo e o fato de ele ser Jeová, assim como o Pai é Jeová e o Espírito Santo é Jeová. Fique a vontade para lê-los. Mas eu duvido que você tenha coragem o bastante para fazê-lo.
Eu sei interpretar um texto muito bem, mas infelizmente, essa prerrogativa não se aplica às Testemunhas de Jeová, já que quem interpreta o texto para vocês é a Torre: “Se tivermos
amor à Jeová, e à organização de seu povo, não teremos suspeitas, mas como diz a Bíblia, 'creremos em todas as coisas', todas as coisas que A Sentinela esclarece, uma vez que tem sido fiel em nos dar conhecimento dos propósitos de Deus e em nos guiar no caminho da paz, da segurança e da verdade, desde seu início até o dia atual” (Qualified to be a ministers, 1955, página 156, parágrafo 5). Veja ainda a distorção do versículo.
Eu tenho certeza que você não vai terminar de ler essa postagem nem as outras que mostram o quanto a Torre de Vigia é uma religião falsa. Isso é perigoso para você. A verdade é sempre perigosa. Tenho certeza que seu tempo é mais importante que o meu. Eu não possuo arrogância para achar que meu tempo vale mais do que o dos outros.
É possível que a irrelevância de nosso blog seja o motivo para a falta de respostas. Mas depois da visita de pelo menos 500 Testemunhas de Jeová (que se identificaram) em nosso blog, alguém deveria ser capaz de responder de forma satisfatória. Até o momento isso não aconteceu.
Mas me explique uma coisa: o que a relevância (seja como for que você queira medir isso) tem a ver com a verdade? Nosso blog pode ser irrelevante, mas a verdadeira pergunta é: o que está aqui é verdade? Se relevância for importante qualificador da verdade, então as Testemunhas de Jeová estão longe da verdade porque dos grupos pseudocristãos, vocês são os mais irrelevantes, ficam atrás até dos mormons.
Seu comentário foi publicado na integra, demonstrando todo o amor que flui dos seguidores da Torre de Vigia. Não temos medo de dar as caras. Diferente da grande maioria das Testemunhas de Jeová que aqui postaram, que não possuem nem um perfil possível de se visualizar no Blogger, como é o seu caso.
Não gostamos de fazer historinhas para assustar crianças. Preferimos trazer a verdade para assustar as Testemunhas de Jeová. É bem mais legal.

Karol disse...

Eu fui testemunha de Jeová por 4 anos. Resolvi sair porque estava com muitas dúvidas e ainda as tenho. Eu concordo com muitas coisas que elas dizem com o ensino e o modo de vida, porém muitas coisas ficam no ar assim também como na igreja evangélica. Por exemplo: porque eu tenho que passar por todo este mundo de sofrimento sendo que quem pecou foi Adão e Eva? Por que eu oro tanto pedindo algo para minha vida e Deus não me atende??? Se a biblia diz q ele é ouvinte de oração??? Enfim eu cheguei num ponto em que não acredito em nada mais. E isso é pessimo pois quando eu era TJ sentia q estava mais perto de Deus. Ms eu n sinto vontade de voltar e nem de ir para outra igreja. Sinceramente virei um vegetal espitualmente falando

Maurilo e Vivian disse...

Olá Karol. Fico feliz que tenha comentado em nosso blog.
Dúvidas são importantes. Elas servem para nos ajudar a examinar nossa fé e se for verdadeira, fortalece-la. Se for falsa, ela deve ser abandonada.
É verdade que infelizmente em muitos ambientes religiosos, a dúvida e o questionamento é desincentivado, e isso é verdade tanto com os evangélicos quanto com as testemunhas de Jeová. Mas isso não quer dizer que uma das duas não esteja certa. As duas podem estar erradas, mas as duas não podem estar certas. E cabe a você decidir isso. Seu destino por toda a eternidade depende disso.
A suas dúvidas são muito comuns mas fáceis de serem respondidas. Vamos começar com a questão de Adão como nosso representante.
Adão pecou e a terra nunca mais foi a mesma. É verdade, em parte pagamos pelo erros de Adão, mas ele foi nosso representante perante Deus. Biblicamente, essa idéia de uma pessoa representando todo um povo era muito comum. Veja que às vezes Deus puniu o pecado de uma única pessoa através da morte dos filhos dessa pessoa. Davi foi um caso. Mas não sofremos única e exclusivamente por causa de Adão. Todos nós temos a nossa parcela de culpa. Todos nós pecamos, por nossa própria vontade. Se ninguém mais tivesse pecado depois de Adão, o mundo seria diferente. Mas não é isso que vemos. Todos nós temos nossa parcela de culpa. E quando você se apresentar perante Deus, não será julgada pelos pecados de Adão. Será julgada pelos seus próprios pecados. Pense nisso. Você vai precisar da salvação que só se encontra em Jesus Cristo. Sem essa salvação, você vai se apresentar perante Deus para ser julgada pelos seus próprios pecados. Não os de Adão. Aliás, veja novamente a idéia de um representante de toda uma nação. Cristo é nosso representante para a salvação, assim como Adão foi para a perdição. Portanto, Cristo, um novo e melhor Adão, morreu por nós em nosso lugar. E você pode ter seus pecados colocados sobre Cristo se você se arrepender e colocar sua fé Nele.
Sobre oração, Deus realmente ouve toda oração. Mas não existe em Deus nenhuma obrigação moral de te responder de forma positiva aos seus pedidos. Além dos mais, Deus sabe sempre o que é melhor para você de acordo com a soberania Dele. E muitas vezes, nós não entendemos exatamente o que o melhor para nós. E lembre-se sempre de uma coisa, Deus está sempre mais preocupado com o seu caráter do que com a sua felicidade. E isso faz diferença nas respostas aos nosso pedidos.
A única coisa que eu posso te indicar é que você investigue a verdade. Leia sua Bíblia. Leia independente de qualquer outra pessoa querer te ensinar. Ore e peça para que Deus te salve e te ajude a encontrar a verdade. No final das contas, você é a mais interessante em saber aquilo que é verdade e o que não é.

Bruna disse...

KAROL, EU NAO SOU TJ, MAIS ADIMIRO MUITO QUEM É.
VC DIVIDIU SUAS DUVIDAS COM ALGUEM PARA LE AJUDA?.
NAO DE VALOR PARA COISA QUE VC VER NUM BLOG QUALQUER.
DIVIDAS SUAS DUVIDA, PESSA AJUDA, COM SERTEZA IRAO LE AJUDA.
SE VC COMCORDA COM TANTAS COISA PRA QUE SE AFASTA? SE LA VC SE SENTE BEM PRA QUE SE AFASTA?

Maurilo e Vivian disse...

Bruna, duas idéias erradas em seu comentário, além dos vários erros de grafia.
Primeiro, um blog pode ser uma boa fonte de informação, se ele cita suas fontes corretamente. E nós fazemos isso. Não só dizemos que a Torre de Vigia é uma organização de falsos profetas. Mostramos provas disso. Dentro da organização, as dúvidas não são tratadas como bem vindas, mas sim com repreensão, especialmente se você recebe uma resposta medíocre para sua dúvida e quer saber mais. Aí o tipo de resposta muda.
Segundo, religião nada tem a ver com se sentir bem. Você deve fazer parte de uma religião porque ela é verdadeira, não porque se sente bem. Você pode se sentir bem em um terreiro de macumba e ainda assim perder a sua alma.

EU SOU UM MILAGRE DE DEUS.... disse...

missericordia.
EU SO GOSTARIA SE POSSIVEL
QUE CEITA OU NÃO PORQ EU TENHO MINHA OPINIÃO,LEIO A BLIBLIA E PREGO PELA MISERICORDIA DE DEUS.
TRABALHO COM MENINOS DO TRAFICO.ETC.
BEM EU GOSTARIA SE POSSIVEL QUE QUANDO NOS ESPRESSASEMOS COMO SERVOS DE DEUS,NÃO NOS AGREDICEMOS TANTOS.MESMO PORQ EM VEZ DE FICARMOS INDO DEBATER A BLIBLIA PRA QUEM E EVANGELICO,PRECIZAMOS LEVAR A PALAVRA PRA O INPIO.LEIO,ME INFORMO,TENHO ERROS DE PORTUGUES,KKKKKKKK E SOU USADA PELA MISERICORDIA DE DEUS.EU FICO LENDO E VENDO AS AFRONTAS DE IRMÃOS PARA IRMÃOS.SAB TEM PESOAS Q TEM UMA CABEÇA FORMADA PRA AQUILO E NINGUEM CONSEGUE LHE MOSTRAR O CONTRARIO.QUE CADA UM DE NOS POSSAMOS SABER QUE TUDO E PERMITIDO POREM NEM TUDO CONVEM.
O QUE PRECIZAMOS MESMO SAB?E IR NOS PREZIDIOS,BOCAS DE FUMO,CENTROS DE RECUPERAÇÕES E ESTRETO VIO DEUS E EU QUE SEI.
POS O VERDADEIRO EVANGELIO E ISSO AI.EU TENHO TIDO A PROVA.CADA UM NA QUELE GRANDE DIA DARAS CONTA.UM ABRAÇO A TODOS E ME PERDOEM SE FUI MAL INTERPRETADA.NO MAS SO DEUS PODE ME JULGAR.

Tompson Rogério Vieira disse...

JESUS É IGUAL A DEUS?

“Quero que saibais que a cabeça de todo homem é o Cristo; por sua vez, a cabeça da mulher é o homem; por sua vez, a cabeça do Cristo é Deus.” — 1 Coríntios 11:3.

“Quando todas as coisas lhe tiverem sido sujeitas, então o próprio Filho também se sujeitará Àquele que lhe sujeitou todas as coisas, para que Deus seja todas as coisas para com todos.” — 1 Coríntios 15:28.

“Digo-vos em toda a verdade: O Filho não pode fazer nem uma única coisa de sua própria iniciativa, mas somente o que ele observa o Pai fazer.” — João 5:19.

Maurilo e Vivian disse...

Jesus é Deus, assim como o Pai é Deus e o Espírito Santo é Deus. Mas eles não são a mesma pessoa, são três pessoas distintas, mas apenas uma única deidade. O cristianismo bíblico não afirma que Jesus e o Pai são a mesma pessoa, mas sim que ambos são Deus.
Todos os textos que você mostrou estão de total acordo com a doutrina da Trindade, porque eles mostram que existe uma subordinação na função, no papel de cada um, mas não na natureza. Isso está bem claro no primeiro texto que voce citou. A mulher se subordina ao homem, mas ela não é menos humana que o homem por causa de sua subordinação.
Esses textos mostram que o modalismo, uma heresia condenada pela igreja, é realmente errada.

Tompson Rogério Vieira disse...

Jesus ensinou seus discípulos a orar: “Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome.” A Bíblia descreve nosso Pai celestial, cujo nome é Jeová, como superior ao Filho. Por exemplo, Jeová é “de eternidade a eternidade”. Mas a Bíblia diz que Jesus é “o primogênito de toda a criação”. O próprio Jesus ensinou que Jeová é maior do que ele, quando disse: “o Pai é maior do que eu.” (Mateus 6:9; Salmo 90:1, 2; Colossenses 1:15; João 14:28, ALA) Mesmo assim, a doutrina da Trindade afirma que o Pai e o Filho são “igualmente Deus”.

Nas orações de Jesus, pode-se perceber claramente a superioridade do Pai em relação ao Filho, bem como o fato de que o Pai e o Filho são pessoas distintas. Um exemplo disso é a oração que ele fez antes de ser executado: “Pai, se tu quiseres, remove de mim este copo [ou seja, uma morte desonrosa]. Não obstante, ocorra, não a minha vontade, mas a tua.” (Lucas 22:42) Se Deus e Jesus são um “na sua essência”, como afirma a doutrina da Trindade, como poderia a vontade de Jesus ser diferente da vontade do Pai? — Hebreus 5:7, 8; 9:24.

Além do mais, se Jeová e Jesus fossem a mesma pessoa, como podia um deles saber de coisas que o outro não sabia? Por exemplo, com respeito ao tempo em que o mundo seria julgado, Jesus disse: “Acerca daquele dia e daquela hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai.” — Marcos 13:32.

Tompson Rogério Vieira disse...

Maurilo,

O ensino da trindade não é bíblico!


The Encyclopædia Britannica diz: “Nem a palavra Trindade, nem a doutrina explícita ocorrem no Novo Testamento, nem intencionavam Jesus e seus seguidores contradizer a Shema [uma oração hebraica] no Antigo Testamento: ‘Ouve, ó Israel: O Senhor, nosso Deus, é um só Senhor’ (Deut. 6:4).” Os cristãos não adoravam a tríade romana, nem quaisquer outros deuses. Aceitavam a declaração de Jesus, de que é só a Jeová que se deve adorar. (Mateus 4:10) Além disso, acreditavam nas palavras de Cristo: “O Pai é maior do que eu.” (João 14:28) As Testemunhas de Jeová têm o mesmo conceito.

Os primeiros seguidores de Jesus faziam uma nítida distinção entre Deus, Cristo e o espírito santo. Na realidade, batizavam discípulos (1) em o nome do Pai, (2) em o nome do Filho, e (3) em o nome do espírito santo, não no nome duma Trindade. De modo similar, as Testemunhas de Jeová ensinam a verdade bíblica e por isso conseguem distinguir a diferença entre Deus, seu Filho e o espírito santo. — Mateus 28:19.

Tompson Rogério Vieira disse...

Maurilo,

O ensino da trindade não é bíblico!


The Encyclopædia Britannica diz: “Nem a palavra Trindade, nem a doutrina explícita ocorrem no Novo Testamento, nem intencionavam Jesus e seus seguidores contradizer a Shema [uma oração hebraica] no Antigo Testamento: ‘Ouve, ó Israel: O Senhor, nosso Deus, é um só Senhor’ (Deut. 6:4).” Os cristãos não adoravam a tríade romana, nem quaisquer outros deuses. Aceitavam a declaração de Jesus, de que é só a Jeová que se deve adorar. (Mateus 4:10) Além disso, acreditavam nas palavras de Cristo: “O Pai é maior do que eu.” (João 14:28) As Testemunhas de Jeová têm o mesmo conceito.

Os primeiros seguidores de Jesus faziam uma nítida distinção entre Deus, Cristo e o espírito santo. Na realidade, batizavam discípulos (1) em o nome do Pai, (2) em o nome do Filho, e (3) em o nome do espírito santo, não no nome duma Trindade. De modo similar, as Testemunhas de Jeová ensinam a verdade bíblica e por isso conseguem distinguir a diferença entre Deus, seu Filho e o espírito santo. — Mateus 28:19.

Maurilo e Vivian disse...

Olá Tompson.
É preciso ter cuidado com citações de textos, especialmente quando você faz uma citação da citação. O texto da The Encyclopædia Britannica que você citou está incompleto, assim como está incompleto na brochura “Deve-se crer na Trindade?”, de onde eu acho que você tirou a citação. Algumas frases depois do textos citado por você, o texto da Britannica diz assim: “Assim, o Novo Testamento estabelece as bases para a doutrina da Trindade. A doutrina se desenvolveu gradualmente, através de vários séculos e por muitas controvérsias.”
O texto da Britannica afirma algo que também é afirmado pelos cristãos que acreditam no ensino bíblico da Trindade: a palavra não está no texto bíblico. Mas não precisa estar. A palavra Bíblia não está na Bíblia, mas ainda assim nós acreditamos nela. Corpo Governante não é uma expressão bíblica, mas ainda assim as testemunhas de Jeová mantém essa órgão dentro de sua instituição.
É verdade que o texto bíblico não ensina explicitamente a doutrina da Trindade. É um ensino implícito. Tanto que vários textos são utilizados para isso. Mas aqui, também, não vemos problema algum, já que as testemunhas de Jeová também possuem doutrinas que acreditam estar implícitas no texto. É o caso de acreditarem que Jesus e o Arcanjo Miguel são a mesma pessoa. Nenhum texto bíblico afirma explicitamente que ambos são a mesma pessoa. É apenas através da junção de alguns textos soltos uns dos outros e de contextos diferentes que a Torre de Vigia chega a conclusão herética que Jesus e Miguel são a mesma pessoa. Portanto, não existe nenhum problema aqui.
O shemá é verdadeiro. Veja o que a doutrina da Trindade afirma: existe apenas um Deus e ele co-existe em três pessoas. Não três deuses, mas um Deus. E eles não são a mesma pessoa. O Pai não é o Filho que não é o Espírito Santo que não é o Pai. Engraçado que o shemá em hebraico é “shemá israel adonai elohenu adonai echad”. A palavra para “um” é “echad”, mas é “um” no plural, não no singular. É o mesmo “um” de Gênesis 2:24.
Uma tríade romana não é o mesmo que a Trindade. A mais famosa era formada por Júpiter, Juno e Minerva. São três deuses, não um Deus que co-existe em três pessoas. Algo bem diferente da Trindade.
Os cristão até hoje distinguem o Pai, o Filho e o Espírito Santo. São três pessoas distintas, mas que são a mesma deidade. As pessoas não se confundem, nem mesmo os papéis dentro da Trindade. A única coisa que te fez acreditar que os cristãos bíblicos confundem as pessoas na deidade é um entendimento errado sobre a própria doutrina da Trindade ou você acha que Trindade e Modalismo são a mesma coisa, o que não são. Portanto, eu recomendo que você gaste um tempo estudando o que a doutrina da Trindade realmente ensina, pois a sua fonte de informação nesse assunto (Torre de Vigia) apresenta os dados de forma bastante distorcida.

Maurilo e Vivian disse...

Tompson, como já expliquei em outro comentário, existem papeis diferentes dentro da Trindade. Existe uma subordinação entre as pessoas na deidade, mas isso não quer dizer que não possuem a mesma essência. Como já disse no comentário anterior, a mulher se subordina ao homem. Mas a mulher não é menos ser humano que o homem por causa disso. Assim, Cristo se subordina ao Pai, mas ele não é menos Deus por causa disso. Assim, orar ao Pai não é evidência que Jesus não é Deus, já que a oração deve ser feita no nome dele. Aliás, essa é uma prova que Jesus é Deus, já que Estevão orou para Jesus em Atos 7:59 “E atiravam pedras em Estêvão, enquanto ele fazia apelo e dizia: “Senhor Jesus, recebe meu espírito” (TNM). Estevão estaria cometendo uma blasfêmia se estivesse orando para Jesus sem esse ser Deus.
A Bíblia também diz que Jesus é eterno. Vejo o que diz Miqueias 5:2 “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.”
Esse texto se refere a Jesus, não ao Pai.
Você possui um entendimento errado sobre a oração de Jesus um pouco antes da crucificação. Ele não estava com medo da cruz. Ele não foi o primeiro nem o último a morre na cruz. Outros morreram na cruz de forma muito pior. Um dos grandes problemas da Torre de Vigia é possuir uma cristologia tão distorcida que muda a própria essência de Cristo. Ele não era um covarde com medo da cruz. O que ele sabia que ia encarar não era simplesmente a morte horrenda, mas sim a ira de Deus que seria colocado sobre ele em pouco também. “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” Isaías 53:5. Mas Cristo sempre se submete ao Pai. Ele não possuía uma vontade diferente do Pai. Ele expressa toda a sua humanidade naquele momento. Ele sabia que o cálice que ele estava para enfrentar era o cálice da ira de Deus (Isaías 51:17; Habacuque 2:16).
Como já foi dito antes, Jesus e o Pai não são a mesma pessoa. Dizer que a doutrina da Trindade ensina que eles são a mesma pessoa é desonestidade intelectual ou então falta de informação. Mas existe algo interessante sobre essa questão de um saber uma coisa e o outro não. Existe algo que Jesus sabe e que o Pai não sabe. Está em Apocalipse (Revelação) 19:12 “E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo.” Esse texto fala sobre Jesus. Até mesmo a Torre de Vigia reconhece isso. Somente Jesus sabe qual é esse nome escrito. O Pai então deixa de ser Deus por causa disso? Ou talvez tenhamos que harmonizar esses textos à luz de outros?
Jesus é Deus. Ele criou todas as coisas (João 1:3), assim, não pode ter criado a si mesmo. Se ele criou todas as coisas, nada do que existe, existe a parte dele. João 1:1 afirma que ele é Deus (a inserção de um por parte da Torre não muda o texto, só cria uma complicação para a própria organização). Isaías diz que viu a glória de Deus (Isaías 6:1) mas João afirma que Isaías viu a glória de Jesus (12:41). Compare também Isaías 8:13-14 e 1 Pedro 2:6-8. Jesus é a pedra de tropeço, assim como o é Jeová.
Por último, quando dizermos que Jesus é Jeová, não estamos dizendo que ele é o Pai. Jesus é Jeová, o Pai é Jeová e o Espírito Santo é Jeová.

Maurilo e Vivian disse...

Meu amigo, reveja seus conceitos. Você acredita em um Jesus que não existe, fruto da criação da Torre de Vigia, que só se sustenta pela ignorância bíblica do povo e pelas manobras de distorção do texto da Torre. Se arrependa dos seus pecados. Você pecou contra um Deus eterno, contra um Deus santo e somente a sua morte não é suficiente para pagar por isso. Imagine Hitler, que cometeu tantas atrocidades, ter morrido e nenhuma justiça ter sido feita com ele. Investigue a sua consciência. Você vai se apresentar perante Deus no dia do Julgamento e tendo crido em um falso Cristo, sofrerá condenação eterna pelos seus pecados. Arrependa-se, coloque sua fé no verdadeiro Cristo das Escrituras, que morreu na cruz no seu lugar e ressuscitou ao terceiro dia. Ele é Deus e te amou, a ponto de se entregar por você. Não siga o caminho do engano, que tem afastado milhões de testemunhas de Jeová do verdadeiro Deus. Existe salvação para você, uma salvação muito melhor do que a possibilidade de ser clonado por Jeová no Paraíso futuro. Pense sobre isso.

Nas escrituras, tirar os sapatos tem um significado muito especial. Quando Moisés teve seu primeiro confronto com Deus, Ele disse para que ele tirasse seus sapatos porque ele estava em terra santa. Jesus caminhou descalço para o Calvário. Na cultura daquele tempo, estar descalço era o sinal que você era um escravo. Um escravo não tinha direitos. Jesus nos deu o exemplo supremo de renunciar tudo por um grande objetivo.
Loren Cunningham Making Jesus Lord / Marc 8:34,35

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...