domingo, setembro 02, 2012

8 dicas de evangelismo


Evangelismo é uma coisa relativamente simples. Na maioria das vezes, nós é que tornamos o evangelismo algo de outro mundo quando achamos que é uma atividade totalmente a parte de nossa vida, como se fosse um momento em que deixamos todas as coisas e nos concentramos nessa atividade extracurricular chamada evangelismo. Na verdade, nós somos evangelistas de um jeito ou de outro. Por exemplo, eu vejo meus amigos no Facebook espalhando as boas novas sobre seus times de futebol, mostrando como seu time é superior aos outros. Isso de uma certa forma é evangelismo, só que de futebol.

Greg Koukl, de Stand to Reason, que passa bastante tempo viajando de avião entre uma palestra e outra, compartilha conosco uma de suas histórias de suas viagens, onde podemos tirar 8 dicas para o evangelismo. Veja abaixo a lista das 8 dicas. Se você quiser ler o artigo (em inglês), clique aqui.
  1. Procure por oportunidades.
  2. Quando conseguir uma oportunidade, não complique demais as coisas.
  3. Evite utilizar de linguagem religiosa, terminologia religiosa e o jeitão religioso.
  4. Fique focado na verdade, não nos benefícios pessoais do cristianismo.
  5. Apresente evidências.
  6. Fique calmo.
  7. Deixe que a pessoa vá embora, se quiser.
  8. Deixe que a pessoa vá embora com alguma coisa para ler (como o Evangelho de João, por exemplo).

E você, tem alguma dica de evangelismo para compartilhar?

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

Nas escrituras, tirar os sapatos tem um significado muito especial. Quando Moisés teve seu primeiro confronto com Deus, Ele disse para que ele tirasse seus sapatos porque ele estava em terra santa. Jesus caminhou descalço para o Calvário. Na cultura daquele tempo, estar descalço era o sinal que você era um escravo. Um escravo não tinha direitos. Jesus nos deu o exemplo supremo de renunciar tudo por um grande objetivo.
Loren Cunningham Making Jesus Lord / Marc 8:34,35

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...