domingo, julho 10, 2011

As dez principais razões pelas quais sabemos que os autores do Novo Testamento disseram a verdade


Os registros do Novo Testamento são documentos históricos de incrível validade pois, diferente da maioria dos documentos da antiguidade, são documentos em sua maioria escritos por testemunhas oculares e por aqueles que participaram dos eventos. Ou no caso do Evangelho de Lucas, de alguém que fez uma pesquisa profunda com essas testemunhas. Além disso, existe uma linha de custódia que foi garantindo a guarda e autenticidade de tais documentos. Podemos ter certeza que aquilo que os autores do Novo Testamento escreveram aconteceram conforme eles testemunharam.
Mas afirmação é diferente de argumentos. E por isso, resolvemos postar abaixo um dos ótimos capítulos do livro Não Tenho Fé Suficiente para Ser Ateu, de Norman Geisler e Frank Turek, sobre esse exato assunto.
Leia abaixo as dez principais razões pelas quais podemos saber que os autores do Novo Testamento disseram a verdade. Você pode também baixar esse texto para seu computador.

As dez principais razões pelas quais sabemos que os autores do Novo Testamento disseram a verdade

Um comentário:

Pr.Adilson Martins disse...

Eu particularmente confio nas Sagradas Escrituras, mesmo antes de ler esse livro. Agora, após a leitura posso dizer Norma Geisler tem razão Não Tenho Fé Suficiente para Ser Ateu (Com todo respeito àqueles que não creêm). Abraços.

Nas escrituras, tirar os sapatos tem um significado muito especial. Quando Moisés teve seu primeiro confronto com Deus, Ele disse para que ele tirasse seus sapatos porque ele estava em terra santa. Jesus caminhou descalço para o Calvário. Na cultura daquele tempo, estar descalço era o sinal que você era um escravo. Um escravo não tinha direitos. Jesus nos deu o exemplo supremo de renunciar tudo por um grande objetivo.
Loren Cunningham Making Jesus Lord / Marc 8:34,35

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...